24 terça-feira , novembro , 2020
Novidades

PESQUISA IBOPE SOBRE O GOVERNO DILMA

Resultados da pesquisa CNI/Ibope realizada no período de 17 a 20 de março de 2016, ouvindo 2002 pessoas, em 142 municípios revelam que 10% da população avaliam o governo Dilma como “bom ou ótimo”; enquanto 69% o avaliam como “ruim ou péssimo” e 19% veem o governo como “regular”.

Esses números, divulgados em 30 de março passado, estão bem próximos dos apontados pela pesquisa em dezembro de 2015, ou seja, respectivamente, 9% avaliaram como “bom ou ótimo”; 70% como “ruim ou péssimo” e 20%, “regular”.

Dentre os entrevistados, 82% desaprovam a maneira de governar da presidente, 14% aprovam e 3% não souberam ou não responderam; além disso, 80% não confiam na presidente, 18% disseram confiar e 2% não souberam ou não responderam.

Com relação ao mandato, 3% consideram o segundo mandato da presidente melhor que o primeiro, 80% consideram pior e 16% disseram ser igual. Em relação às perspectivas quanto ao restante do mandato da presidente, 10% dos entrevistados avaliam como “ótimo ou bom”, 68% disseram acreditar que o governo será “ruim ou péssimo” e para 18% será “regular”.

A pesquisa também ouviu os entrevistados sobre a opinião deles por área de atuação do governo, dentre as quais citamos: -educação: 24% aprovam; 74% desaprovam; 2% não souberam/não responderam; -combate à fome e à pobreza: 29% aprovam, 69% desaprovam e 2% não souberam/não responderam; -saúde: 13% aprovam, 87% desaprovam e 1% não souberam/não responderam; -combate ao desemprego: 12% aprovam; 86% desaprovam e 1% não souberam/não responderam; -impostos: 8% aprovam; 91% desaprovam e não souberam/não responderam 1%; -taxa de juros: 7% aprovam; 90% desaprovam e não souberam/responderam 3%.

Segundo a CNI/Ibope o nível de confiança da pesquisa é de 95%, com margem de erro de dois pontos; ou seja, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A CNI divulgou também que a soma dos percentuais da pesquisa não iguala 100% em decorrência do arredondamento.