20 sexta-feira , setembro , 2019
Novidades
CNTEEC INAUGURA NOVA SEDE COM HOMENAGEM A SEUS FUNDADORES

CNTEEC INAUGURA NOVA SEDE COM HOMENAGEM A SEUS FUNDADORES

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Educação e Cultura (CNTEEC) inaugurou, nesta segunda-feira (17), a nova sede da entidade em Brasília com uma homenagem a seus fundadores, Miguel Abrão Neto e Waldemar Guimarães da Silva. Duas figuras importantes da história sindical da CNTEEC, que nomeiam respectivamente o edifício-sede e a sala de reunião
Emocionado, Miguel Abrão Neto agradeceu a homenagem: “Agradeço de coração essa homenagem. Não sou merecedor, mas aceito e divido com vocês. A entidade é o que é por conta do nosso trabalho, de cada um que está aqui. E agora peço que apoiem o nosso presidente Oswaldo”, disse o fundador com simplicidade — sua característica marcante reconhecida pelos companheiros.

Na sequência, Vicente Guimarães, presente ao evento, agradeceu a homenagem feita a seu pai Waldemar Guimarães, pedindo que o mesmo agradecesse o bonito gesto. E por meio de uma videoconferência, o senhor Guimarães, 96 anos, que encontra – se acamado no Rio de Janeiro, agradeceu a homenagem divertindo a todos com seu jeito espontâneo e vivaz de incentivar a luta sindical. “Lamento não está aí por uma situação médica. Mas espero que suas categorias saibam reconhecer o esforço de vocês. Sou grato pela amabilidade de todos, ainda mais pelo que estamos passando neste momento. É nossa obrigação fazermos de tudo para que nossas famílias não sofram. E eu, em breve, quero prestar uma homenagem a vocês”, enfatizou o fundador.

“Miguel e Guimarães, sempre foram unanimidade no meio da família CNTEEC. Cada um com sua forma de agir, tratou da instituição com responsabilidade e respeito para com os membros das categorias que a compõem, com impessoalidade, dedicação e muito trabalho na busca da paz social da classe trabalhadora”, ressaltou Oswaldo Augusto de Barros, presidente da CNTEEC.

Em nome da Diretoria, Norton Ribeiro Hummel, vice-presidente da CNTEEC, disse aos homenageados que o momento foi um dos mais bonitos que já viveu. “Isso foi uma das coisas mais bonitas que já vi na minha vida, e fico muito lisonjeado em ter sido escolhido para falar em nome da Diretoria. E os senhores recebem esse reconhecimento por mérito. Uma das coisas mais justas que já vi na CNTEEC. Recebam o nosso muito obrigado por toda luta”, destacou.

Reunião da Diretoria e do Conselho Fiscal

A homenagem aconteceu durante a reunião anual da Diretoria e do Conselho Fiscal. Compareceram representantes das Federações e Sindicatos de todo país para debater o relatório 2018, as finanças da entidade, e demais assuntos ligados ao movimento sindical e as categorias.

A reunião, dividida em tópicos e por grupos, gerou muito debate entre os presentes. A preocupação com a sobrevivência econômica e social da entidade foi o principal aspecto debatido. Quanto à sobrevivência econômica, debateu-se formas de arrecadação que mantenham a sobrevivência das entidades sindicais obreiras, que são responsáveis pelas negociações coletivas de trabalho, visando as melhorias sociais e salariais. Já sobre a sobrevivência social, ressaltou-se a importância de uma verdadeira reforma da Previdência, que efetivamente não retire direito dos trabalhadores, que com ela contribuíram, no momento mais delicado de suas vidas.

Como objetivo principal do evento, os participantes decidiram por atuar junto às autoridades constituídas: Executivo, Legislativo e Judiciário, em defesa da sobrevivência das Entidades Sindicais Obreiras, e, dos seus trabalhadores que são os verdadeiros construtores do progresso e da riqueza do Brasil.

Para o professor Oswaldo, é na crise que realmente encontramos aqueles que, despidos da vaidade de seus cargos, lutam insensatamente para encontrar novos rumos para a sobrevivência das entidades sindicais dos Trabalhadores.

“Aqui, todos, cada um de sua forma, com as peculiaridades de cada região, manifestaram-se com o objetivo de encontrar saídas e formas de convencimento para enfrentar a devassa proposta pelo Governo anterior e intensificada pelo Governo atual”, disse.

Complementando sua fala logo em seguida, com uma avaliação sobre o atual momento enfrentado pela classe trabalhadora: “Já se sente junto aos trabalhadores que a escolha de um parlamentar despreparado, não está trazendo os benefícios esperados. O trabalhador não espera por milagres ou benesses assistenciais, ele quer atuar nas frentes de trabalho para que a economia de novos rumos a esta Nação. Infelizmente, até o presente momento, nada foi feito nesse sentido, a não ser impedir o trabalho sindical para que o trabalhador tenha salários ao nível da informalidade, algo declarado em suas entrevistas registradas pela imprensa. Enquanto, se achar que o empregador é quem tem vida difícil no Brasil, os trabalhadores continuarão a ser apenas um estorvo e não os movimentadores da economia interna do país. Que realmente Deus proteja o povo Brasileiro”.

Workshop de Comunicação

Como proposta para fortalecer a luta e a voz dos trabalhadores, o presidente da CNTEEC apresentou a importância da ‘Comunicação Sindical na era pós-digital’. Ressaltando a importância do uso das ferramentas eletrônicas nesse novo momento do sindicalismo. “É uma arma moderna que cria uma dupla mão de ação em termos de comunicação. Promove a necessidade da interação entre as partes envolvidas e ao mesmo tempo o enriquecimento, através da informação, nos posicionamentos a serem tomados”.

Durante todo evento, os participantes tiveram a oportunidade de participar de um Workshop de Comunicação para entender um pouco mais sobre as redes sociais e como usá-las em suas entidades.

Galeira de fotos: