24 sábado , outubro , 2020
Novidades
O país de qual futuro?

O país de qual futuro?

Não há que se pensar ser a pandemia o foco central da crise econômica do Brasil.

O barco está à deriva desde o segundo mandato de Dilma Rousseff, passando por Temer que chancelou uma Reforma Trabalhista, prometendo a geração de milhares de empregos.

O que estamos assistimos é a constante desfiguração da Consolidação das Leis do Trabalho e da própria Constituição Federal, com a flexibilização dos direitos sociais conquistados em 1988.

E não parou por aí, o atual governo, tal qual o Posto Ipiranga e suas promoções de ofertas na base do levar vantagem, afunda ainda mais o poder de compra do Trabalhador, inviabilizando as contas públicas dada a arrecadação pífia aos cofres do Governo.

Em plena semana da sua descoberta, a América descobre que, em silêncio, subir nas pesquisas é melhor que fechar com o Centrão. É mais econômico.

E o dia do Professor, de tão desprestigiado, foi antecipado pelo Governador para dia 13, mesmo não tendo aulas presenciais.

Vai entender?

Mais desprestigiado, só o jogo da Seleção Brasileira, sem transmissão pela TV aberta , que escapou de vexame em noite inspirada de Neymar.

Mestre, realidade à parte, você continua sendo o dono da festa neste dia. Sacerdócio, dedicação, preocupação e um salário…

NUNCA deixou de lado seus ideais, sua sinceridade e seus conselhos.

Seu exemplo sempre me fez trilhar, sem medo, o caminho em busca do futuro.

Oswaldo Augusto de Barros
@oswaldoaugustodebarros
Presidente da CNTEEC – FEPAAE
Coordenador- nacional do FST

#DiaDoProfessor #Educação #Trabalhadores #LutaSindical